X

Transporte em Madrid, Espanha

Como chegar

De avião: o aeroporto principal de Madrid chama-se Barajas Internacional e situa-se a cerca de 12 km do centro da cidade. Conte com mais ou menos uma hora de viagem, dado que o trânsito poderá ser bastante caótico. Barajas é composto por três terminais e é um dos aeroportos mais movimentados do continente. Tendo isto em mente, é útil anotar exactamente os terminais aos quais chegam os voos. O primeiro terminal destina-se a todos os voos internacionais, o segundo serve os voos domésticos e o terceiro e mais recente é utilizado principalmente para o serviço vaivém entre Madrid e Barcelona.

A linha aérea nacional espanhola chama-se Iberia Airlines e serve mais destinos domésticos e internacionais do que qualquer outra linha aérea. Mesmo assim, mais de cinquenta diferentes linhas aéreas internacionais têm por destino a capital espanhola e, independentemente do seu ponto de partida, não deverá ser difícil encontrar um voo para Madrid.

Para ir do aeroporto ao centro da cidade, existem várias alternativas. O autocarro do aeroporto sai a cada doze minutos e demora aproximadamente 45 minutos a chegar ao terminal na Praça de Colón, no centro da cidade. O bilhete para esta viagem custa 2,50 €. Também poderá ir de táxi, o que custa entre 15 e 20 €. Para três ou quatro pessoas, é uma maneira bastante conveniente para chegar à cidade. Por fim, também existe uma nova linha de metro que sai do terminal 3 em direcção ao centro da cidade.

De Trem: os comboios com destino a Madrid chegam a uma de duas estações. A primeira, a estação de Atocha, é o destino dos comboios que chegam à capital espanhola vindos do Sul. Os comboios vindos do Norte dirigem-se à estação de Chamartín no Norte da cidade.

De ônibus: existe um total de oito terminais de ônibus à volta do centro da cidade de Madrid, cada um pertencente a companhias diferentes, com serviços de transporte para outras cidades espanholas. Para obter mais informações, contacte os operadores locais.


Explorar

A pé: Madrid é bem grande. Muitos dos locais de interesse ficam bastante próximos uns dos outros, permitindo deslocar-se a pé. Mas será definitivamente necessário pegar o metro ou o ônibus.

De Ônibus: a Empresa Municipal de Transportes ou EMT opera os serviços de ônibus com mais de 150 itinerários diferentes. Também opera uma série de ônibus noturnos com saída da Praça de Cibeles entre as 24:00 e as 06:00. Os bilhetes de ida compra-se a bordo e custam 1 €. No entanto, se pretende utilizar os ônibus com mais frequência, convém comprar uma caderneta de dez bilhetes por 5 €.

De metro: o metro é o sistema de transporte público mais utilizado da cidade e conta com onze linhas diferentes, identificadas por cores e números. Utilizar o metro é fácil e extremamente rápido, mas tente evitá-lo durante as horas de pico pois fica realmente lotado.

De táxi: se quiser um táxi na cidade, deverá procurar os táxis brancos com uma barra diagonal vermelha. Pode acgha-los na praça de táxis ou diretamente na rua, e o taxímetro começa a contar a partir de 1 €. Mantenha-se atento ao taxímetro para ter a certeza de que a taxa cobrada é lícita e lembre-se de que o preço aumenta em função do número de passageiros, bagagem e se o táxi é pedido por telefone ou se a corrida começa no aeroporto.