X

Entretenimento em Madrid, Espanha

Ao contrário de muitos outros países europeus, em Espanha não existem leis de licenciamento, pelo que não é de estranhar que a capital esteja inundada com estabelecimentos para beber. É rara a esquina em que não exista um bar, permitindo aos habitantes locais passarem de bebedouro em bebedouro após uma ou duas bebidas e aproveitar tudo o que há para ver e fazer. Sair para tomar um copo não se restringe ao fim-de-semana, o que é óptimo para quem está a passar férias em Madrid. Contudo, para os madrilenos deve ser um sarilho levantarem-se de manhã para irem trabalhar.

No entanto, irá reparar que, os madrilenos nativos frequentem estes estabelecimentos praticamente todas as noites, os seus hábitos de consumo são bastante singulares. Ao contrário dos residentes de algumas outras capitais europeias, raramente se embebedam e preferem saltitar de bar em bar provando tapas e socializando de um modo muito calmo e civilizado, à semelhança do ambiente de descontracção que inunda a cidade ao fim da tarde.

Como verá, existem muitas zonas para festejar na capital espanhola, mas apenas algumas são quase que obrigatórias de serem visitadas pelo verdadeiro entusiasta nocturno. A zona entre Puerta del Sol e a Praça de Santa Ana é muitíssimo popular, nomeadamente a Calle Huertas, ladeada de bares, tabernas tradicionais e cafés-teatro. Os bares locais perto da Plaza de Santa Barbara fervilham de actividade nocturna e, durante o Verão, as esplanadas no Paseo de la Castellana enchem-se de pessoas desejosas de se divertirem. Também a não perder é a Gran Via que é considerada por muitos a zona mais estimulante de Madrid, dia e noite. Há ainda quem inclua Malasaña como local de eleição para apreciar o verdadeiro e a Plaza del Dos de Mayo.

Finalmente, para se manter actualizado sobre os locais a visitar à noite, consulte o Guia de Ocio, publicado à segunda-feira, ou as listas diárias no jornal El Pais.